5 técnicas para escrever uma introdução poderosa que fará seu post ser lido imediatamente

Escrever uma introdução perfeita pode ser uma tarefa desafiadora, mas com as dicas desse post, iniciar seus textos será muito mais fácil.

Você gostaria de encantar seus leitores desde o início? Gostaria de escrever uma introdução memorável e cativante, capaz de instigar a leitura, independente do tema? E também, gostaria de desvendar técnicas simples para criar introduções poderosas? Então você está no lugar certo.

Afinal de contas, a primeira impressão é única. Estatísticas indicam que 79% dos leitores online apenas escaneiam páginas, focando em palavras que se destacam. Além disso, 50% leem apenas as primeiras 111 palavras de um artigo. Pouquíssimo, não é? Mas vamos mudar isso.

Dominar a escrita é desafiador, porém, neste artigo, você descobrirá como desenvolver uma introdução tão envolvente que prenderá irresistivelmente o leitor, tornando a continuidade da leitura praticamente inevitável.

O que é uma introdução?

A introdução é a apresentação inicial de um texto, sendo crucial para orientar o leitor no decorrer da leitura. Por isso, é proibido iniciar o desenvolvimento sem uma introdução. Apesar de básico, muitos blogs e sites negligenciam essa etapa, resultando em falhas significativas na produção de conteúdo online.

Já observou como alguns textos começam explicando conceitos sem contextualizar a necessidade da explicação? Nossa introdução, ao contrário, instigou sobre tornar a introdução poderosa, gerando interesse contínuo, independentemente do tema.

Poderíamos já começar o conteúdo de agora abordando técnicas de redação ou exemplos, mas essa atitude sacrificaria a "magia", contexto e ritmo do texto. Como, então, começar uma introdução mantendo esses elementos essenciais?

A importância de escrever uma introdução poderosa

Num mundo digital, a habilidade de escrever torna-se uma ferramenta poderosa na comunicação contemporânea.

Pense um pouco… Quantos e-mails você envia e recebe diariamente? Quantos posts você cria no Instagram por semana? Quantos artigos de blog você publica por mês?

Todos esses conteúdos perderão seu alcance, seu poder e sua possibilidade de crescimento se a introdução deles for ruim. 

Como escrever uma introdução envolvente que faz o leitor continuar no seu texto

Abaixo mostraremos todas as dicas necessárias para escrever as melhores introduções. 

Dica 1: Inicie sua introdução com uma pergunta

dúvidas sobre quanto custa criar um blog

Iniciar com uma pergunta te faz mergulhar na mente do leitor, capturando seus pensamentos sobre o tema do artigo. Perguntas vagas (dentro do possível) e emocionais desencadeiam poderosos "loops", abrindo portas de curiosidade que se fecham ao longo do texto.

Aqui, por exemplo, começamos o texto com as seguintes perguntas:

  • Você gostaria de encantar seus leitores desde o início? 
  • Gostaria de criar uma introdução memorável e cativante, capaz de instigar a leitura, independente do tema? 
  • E também, gostaria de desvendar técnicas simples para criar introduções poderosas?

O mesmo exemplo poderia ser aplicado a um conteúdo sobre “como entender a linguagem corporal canina”:

  • Você gostaria de entender 100% o que seu cachorro diz para você?
  • Gostaria de aprender a se comunicar com ele, quase como se falasse o idioma do seu pet?
  • E também, gostaria de aprender comandos simples que vão fazer ele te entender quase que num passe de mágica? 

Percebe que essas perguntas fazem com que se abra um espaço de empatia para que o leitor pense: “É exatamente isso que eu quero!”? Esse é o poder das perguntas. 

Ao deparar-se com uma pergunta, mesmo vaga, como "Você já sentiu isso?", a mente automaticamente se concentra na lacuna de informação, instigando a necessidade de resolvê-la.

Dica 2: Conte histórias

Histórias bem escritas têm o poder de estabelecer conexões profundas. Indivíduos com crenças semelhantes compartilham narrativas, refletindo valores comuns. Nossa visão de mundo é uma coleção de histórias que acreditamos, destacando a importância fundamental de uma narrativa envolvente para criar uma sensação de "nós" e conexão.

Se fôssemos escrever um conteúdo sobre “como ganhar dinheiro vendendo doces na rua”, começaríamos assim: 

“Desde sempre, meu maior sonho foi ganhar a vida vendendo meus doces caseiros. Era algo que brincava constantemente na casa da minha avó, quando criança. 

No entanto, a jornada foi um turbilhão de desafios. A frustração quase me consumiu, mas decidi canalizar essa energia para aprimorar minhas habilidades culinárias e estudar a fundo o mercado. 

Após inúmeras tentativas (praticamente todas fracassadas), finalmente compreendi que uma boa embalagem, em conjunto com pequenas amostras grátis, fazem a resistência dos clientes diminuírem, possibilitando que comprem bem mais. Fique tranquilo que vou explicar como fazer isso nesse conteúdo.”

Essa história, embora fictícia, aproxima bastante o leitor do conteúdo do texto, não é mesmo? Começar seus posts com uma real que tenha, preferencialmente, acontecido contigo, traz interesse para o artigo e gera conexão com seu público.

Dica 3: Use citações

escrever uma introdução com citações

Citações resumem conceitos vastos em palavras poderosas, transferindo autoridade ao autor citado. Para introduções desafiadoras ou ideias complexas, recorra a citações. Uma citação precisa eleva sua autoridade e estabelece conexão mais profunda com o leitor.

Em um artigo sobre “como preparar macarrão” começaríamos assim:

“O brilhante chef italiano Massimo Bottura uma vez disse: ‘Na culinária, a verdadeira mestra é a simplicidade’. Hoje, exploraremos o universo culinário do amado macarrão, desvendando seus segredos e percebendo que é a simplicidade que o faz extremamente delicioso. 

Este guia, seja para novatos ou entusiastas, oferece insights valiosos, transformando cada garfada em uma experiência memorável. Vamos começar esta jornada gastronômica deliciosa!"

As citações, se bem colocadas, favorecem o aspecto de autoridade do conteúdo, casando a impressão de “Nossa, o autor conhece sobre determinada referência, com certeza será um conteúdo completo”.

Dica 4: Quebre os mitos mais comuns

Quando um leitor se depara com um post sobre “como ganhar dinheiro”, por exemplo, ele já enxerga uma série de preconceitos, como: 

  • Eu preciso ter um computador.
  • Eu preciso ter dinheiro antes. 
  • Só funciona para quem mostra o rosto.
  • Os primeiros ganhos demoram muito. 

Uma boa forma de começar a introdução é quebrando cada um desses mitos justamente no início, por exemplo:

“Nesse material completo mostraremos como ganhar dinheiro (de verdade) na internet. Mas adiantamos que você pode fazer isso direto do seu celular, sem nenhum investimento, sem mostrar o próprio rosto, ganhando o seu primeiro valor dentro de duas semanas.”.

O único desafio em começar introduções assim é o cuidado para não soar “marketeiro” demais, pondo em risco a confiabilidade do seu conteúdo.

5. Faça um desafio direto ao leitor

A maioria dos textos na internet são artificiais. Eles não conversam com o leitor. Tendem a ser um aglomerado de informações secas e diretas. Uma forma de quebrar isso e gerar engajamento é desafiar diretamente o leitor e provocá-lo minimamente (com bastante cuidado). 

Como assim? Imagine a seguinte situação: você deseja escrever um post sobre como conseguir mais cadastros na sua lista de e-mail. Uma introdução com desafio seria mais ou menos assim:

“Se você acha que sua lista de e-mails está crescendo devagar, eu te desafio a colocar todo esse conteúdo em prática e garanto que já na primeira semana você terá 300 novos e-mails cadastrados! 

Claro, tudo isso se você realmente ler o conteúdo até o final, diferente de 95% das pessoas que verão essa página. Você acha que é forte o suficiente para colocar em prática esse conteúdo e conquistar centenas de novos e-mails diariamente? Então vamos lá”.

Essa técnica, embora possa ser útil, é perigosa. Pois se o leitor for provocado demais, pode se sentir desrespeitado e abandonar a página. Se for utilizar esse modelo de introdução, teste primeiro e veja se gera o engajamento necessário ou não.

6. Insira estatísticas relevantes (bônus)

escrever uma introdução com estatísticas

Dados e estatísticas ampliam o conhecimento e a autoridade no assunto. Escrever uma introdução com esses recursos apresenta o tema de maneira abrangente, respaldando o desenvolvimento do texto com números reais.

Muitos leitores preferem uma abordagem analítica, conectando-se melhor quando dados e números sustentam a tese. Entretanto, não negligencie a conexão emocional, pois é crucial para envolver efetivamente o público.

Afinal de contas, apresentar apenas números e estatísticas, sem adicionar histórias ou sentimentos, pode tornar seu texto monótono e de difícil leitura.

Um exemplo de introdução com o uso de estatística pode ser visto logo abaixo:

“Você quer saber como impulsionar sua renda de forma eficiente com o fascinante mundo do dropshipping? Segundo dados recentes, mais de 60% dos consumidores online têm feito compras em lojas de dropshipping, indicando um crescente interesse nesse modelo de negócios. 

Hoje vamos desvendar estratégias comprovadas para ingressar no universo do dropshipping e aproveitar essa tendência de mercado, oferecendo insights práticos e estatísticas que revelam o potencial de ganhos nesse setor.” 

Quais os erros mais comuns ao escrever uma introdução?

Há alguns erros a serem evitados ao escrever uma introdução poderosa para captar a atenção dos leitores. São eles:

1. Falta de clareza

Introduções pouco claras prejudicam a comunicação em posts de blog, confundindo e prejudicando a experiência do leitor. Quando o tema central não é apresentado diretamente, a ambiguidade resulta em desorientação e desinteresse. Assim, essa falta de clareza pode levar à perda de engajamento.

2. Escrita sem emoção

inteligencia artificial

Uma introdução monótona (sem nenhuma emoção aparente) prejudica a escrita, falhando em capturar a atenção imediata do leitor. Isso, assim como no tópico anterior, resulta em desinteresse, menor engajamento e falta de curiosidade. 

Sem conexão emocional, o leitor simplesmente abandona a página e continua procurando um conteúdo que o mantenha entretido e informado.

3. Entregar todas as informações logo na introdução

Dar todas as respostas na introdução do texto te faz perder leitores imediatamente. Pode parecer o melhor a se fazer, afinal de contas, “se entregar tudo ao escrever a introdução, o leitor terá a resposta dele o mais rápido possível, não é?”... Não. 

Na internet, não existe apenas conteúdo informativo. Normalmente os conteúdos que viralizam e são mais lidos, são aqueles que informam e também entretém. Ou seja, também “diverte” o leitor. Entregar tudo de uma vez, nessa situação, acaba sendo um problema.

Portanto, se possuir um conhecimento valioso, não o entregue imediatamente. Introduza-o, destaque sua relevância e, gradualmente, forneça as respostas desejadas. Ao final, o leitor, satisfeito com o cumprimento da promessa, estará mais propenso a clicar no CTA e avançar na jornada planejada.

4. Começar com definições do dicionário

Hoje essa prática não é tão comum, mas antigamente os posts de blog começavam mais ou menos assim: 

“Você quer ganhar dinheiro na internet? “Dinheiro” deriva de denarius, que era uma pequena moeda de prata cunhada durante a Antiga República Romana. Desde então, várias pessoas o desejam ganhar cada vez mais, porém não sabem como. Descubra no nosso conteúdo!”.

Definir uma palavra é crucial para construir um argumento, mas há maneiras mais criativas de abordar sua acepção além do Aurélio. Se for necessário tratar literalmente, inclua a definição mais tarde e não na introdução.

5. Escrever uma introdução sempre gerada por inteligência artificial

Inteligência artificial te ajuda a escrever conteúdos e pode servir como ponto de partida (eliminando o bloqueio criativo), mas sua forma de gerar texto é previsível e já bastante conhecida. Por isso, quando for escrever a introdução, tente ser mais criativo possível, principalmente porque ela tende a ser o gargalo de engajamento

Uma boa forma de fazer isso é se inspirar em outros blogs que já criaram o conteúdo que esteja planejando. Veja os que estão em primeiro lugar no Google e note a introdução utilizada por eles. Pode ser um ótimo indicativo de como captar a atenção do seu público.

Conclusão - como escrever uma introdução

No artigo de hoje demos dicas práticas e técnicas para escrever uma introdução capaz de manter a atenção dos seus leitores. Esperamos que todo esse conteúdo tenha sido claro para você. Porém, qualquer dúvida, nos escreva um comentário logo abaixo. 

Obrigado por ter lido até aqui. Um forte abraço.

Deixe um comentário

-

-

-

-

*Consulte condições no site

Hospedagem com até

-70

+ 3 Meses Grátis