Como se livrar do bloqueio criativo e escrever posts para blog todos os dias

Aprenda agora como se livrar do bloqueio criativo de uma vez por todas, através de estratégias testadas e aprovadas.

Estar em um bloqueio criativo é uma das piores situações para um blogueiro. Afinal de contas, todos nós já encaramos a página em branco e ficamos sem saber o que escrever, como escrever ou sobre o quê escrever.

Felizmente, esse artigo vai expulsar o bloqueio criativo de uma vez por todas da sua vida através de técnicas comprovadas que aumentarão a sua produção de conteúdo.

Com essas técnicas, escrever será algo fácil e natural, mesmo que não tenha o costume de exercitar a escrita regularmente.

A única coisa que eu te peço em troca de todo esse conhecimento é que leia o conteúdo até o final. Temos certeza que o material que separamos tem a capacidade de mudar a sua relação com a escrita, com a produção de conteúdo e principalmente com o seu blog.

O que é o bloqueio criativo?

O bloqueio criativo é a incapacidade, em curto ou longo prazo, de produzir conteúdo, mesmo esse conteúdo sendo relativamente simples e fácil.

Sabe aquele momento que olha para o editor do WordPress e se pergunta: “Qual será o post de hoje?” e nada parece sair da sua cabeça?

Até usuários que possuem experiência no nicho de seus conteúdos passam por isso, pela sensação de nada parecer bom o suficiente que valha a pena ser publicado. Isso é bloqueio criativo.

Ou então, sabe quando até escolheu o tema do seu conteúdo, mas parece que as palavras não saem, como se não conseguisse tirar as coisas da sua cabeça e colocar na tela? Isso também é bloqueio criativo.

Para evitar que esse bloqueio ocorra, existem soluções práticas e testadas. Mas antes, é necessário que entendamos a fundo porque o bloqueio criativo acontece e o que fazer nessas situações.

Por que o bloqueio criativo acontece?

por que o bloqueio criativo acontece?

Existem dezenas de motivos diferentes para que o bloqueio criativo se manifeste na sua produção de conteúdo. Como cada caso é um caso, avalie os itens abaixo e verifique se estão acontecendo contigo.

Procrastinação

A procrastinação é uma demora ou atraso voluntário para realizar uma tarefa, mesmo tendo plena consciência de que esse adiamento trará malefícios.

Em outras palavras, a procrastinação acontece quando enrolamos para fazer algo, mesmo sabendo que ele precisa ser feito.

Embora as origens da procrastinação englobem debates interessantíssimos, podemos dizer que a principal causa dela é a necessidade emocional de evitar fazer coisas que não consideramos prazerosas. Pelo menos até que sejamos obrigados a fazê-las.

Por exemplo, o que parece mais interessante? Escrever um novo post para seu blog ou perder tempo no TikTok? Com certeza passar horas e horas vendo vídeos engraçados no seu app preferido.

Ou então o que parece mais interessante? Criar um calendário editorial para seu blog ou assistir sua série do momento na Netflix? Com certeza a Netflix.

Logo, como sua mente visualiza a tarefa de escrever um post como algo não prazeroso, a possibilidade de se autossabotar aumenta consideravelmente.

Perfeccionismo

O perfeccionismo como bloqueio criativo acontece quando se deixa de escrever determinado conteúdo por achar que ele não está sendo bom o suficiente ou que se encontra num nível de qualidade mínimo.

A questão é que esse padrão é imposto única e exclusivamente por nós mesmos. Muitas vezes, nosso conteúdo está muito melhor do que imaginamos, mas a cobrança interna nos impede de ver isso.

O perfeccionismo pode atacar também quando há uma certeza da sua habilidade, mas em alguns dias não consegue utilizá-la de forma efetiva, seja por cansaço mental ou até mesmo por doenças físicas.

Pensando nisso, existem alguns “mantras” que podem te ajudar a pôr a cabeça no lugar e fazer com que o perfeccionismo perca a força. São eles:

  • “Feito é melhor do que perfeito”.
  • “Melhor um post mediano publicado, do que um post maravilhoso em rascunho”.
  • “Não tem como fazer algo próximo da perfeição, se você não faz o caminho imperfeito primeiro”.

Estresse

O estresse é uma causa fisiológica, ou seja, física para o bloqueio criativo. Quando estamos cansados e estressados, não é apenas a nossa mente que reage de forma a não desempenhar seu papel com exatidão.

O que acontece, na verdade, é que todo o nosso corpo é afetado de forma considerável. Não apenas seus músculos se tensionam, mas também seus batimentos cardíacos aceleram “desnecessariamente”.

Como todos estamos em uma rotina muito puxada, esse talvez seja o motivo mais difícil de corrigir, visto que uma vez nesse nível, é difícil apertar os freios e voltar a uma rotina saudável.

Mas fica a recomendação de pelo menos dormir mais de 7 horas por noite e de ter pausas regulares durante a sua produção de conteúdo.

Jamais tente, por exemplo, escrever um artigo de 4 mil palavras de uma só vez. Caso contrário, além do estresse, se pode desenvolver doenças por esforço repetitivo, como a conhecida tendinite.

Falta de planejamento

Para blogueiros que não se planejam, que apenas sentam e tentam escrever o que vem à mente, o bloqueio criativo pode acontecer de forma sutil. Por isso, é essencial criar uma pauta de conteúdos e estruturar sua rotina para acomodar os hábitos corretos.

O ideal seria já ter toda a pauta de conteúdo pronta para as próximas semanas e, com isso, iniciar o processo de escrita tendo clareza do que será passado para o leitor.

Por exemplo, o tema “bloqueio criativo” já estava na pauta desse blog há um certo tempo. Apenas lemos a pauta, vimos que era esse o tema, definimos o que queríamos passar para o leitor e pronto! Só depois disso começamos a escrever.

A nível de curiosidade, o que desejamos passar para o leitor com esse conteúdo é:

  • O que é bloqueio criativo.
  • O que causa o bloqueio criativo.
  • Estratégias para deter o bloqueio criativo.

Embora essa enumeração de tópicos pareça simples demais, é apegada a ela que todo esse conteúdo foi escrito.

Falta de domínio sobre o assunto

Não dominar o assunto sobre o que se está escrevendo causa bloqueio criativo por um simples motivo: o conhecimento ainda está obscuro para que ele saia da sua mente e vá para a tela do computador.

Afinal de contas, como explicar algo que nem sabe direito? Alinhado aos prazos de entrega apertados (na maioria das vezes impostos por conta própria), esse desconhecimento do conteúdo pode te fazer não sair do lugar.

O que fazer? Dar um passo para trás e aprender sobre o tema antes de escrever ou então abordar outro conteúdo, se necessário.

10 maneiras de eliminar o bloqueio criativo?

como vencer o bloqueio criativo

1. Tenha uma pauta de conteúdos

Não é necessário ter em mente os conteúdos do próximo mês (embora isso ajude), mas pelo menos saiba sobre o quê escreverá essa semana.

Uma pauta de conteúdos ou um calendário editorial pode ser feito em planilhas, apps ou até mesmo papel e caneta. Já até ensinamos a fazer isso.

Não deixe para decidir sobre o que vai escrever apenas no momento que for escrever. Essa falta de clareza te rouba momentos preciosos que poderiam ser dedicados à finalização do artigo ou a outras tarefas igualmente importantes.

2. “Roube” conteúdo dos seus concorrentes

Se não sabe sobre o quê publicar, vá até os sites dos seus concorrentes, se inspire no conteúdo deles e crie um maior e melhor. Até porquê não existe nada realmente 100% original na internet. Austin Kleon, autor do livre "Roube Como um Artista" confirma essa ideia.

Só tome muito cuidado para não plagiar o conteúdo alheio. Além disso ser intelectualmente perigoso, pode fazer com que seu site tenha menos resultados no Google, já que o buscador mais utilizado mundo pune conteúdo duplicado.

Uma boa forma de não cair no erro de copiar o conteúdo alheio é copiar apenas os subtítulos e escrevê-los a sua maneira. Com isso, se garante que todos os pontos foram abordados e elucidados de uma forma completamente diferente.

3. Fuja da multitarefa

Existe um mito muito difundido de que fazer várias tarefas de uma vez te torna mais produtivo. Pelo contrário, o tempo de recuperar o foco em uma tarefa depois que ele é sequestrado por outra é enorme! Logo, se o seu objetivo é escrever conteúdo para seu blog, feche a porta do seu quarto, feche todas as outras abas e de preferência deixe seu celular em outro cômodo.

Embora possa parecer exagerado, a produção de um artigo de 10 horas, pode virar duas, a depender, claro do seu nível de comprometimento, ausência de distração e capacidade de escrita.

4. Encontre o seu melhor horário de escrita

Nossos membros de equipe possuem horários de escrita diferentes, uns preferem acordar muito cedo e aproveitar o silêncio matinal para produzir. Outros preferem escrever de madrugada.

Cada pessoa possui um horário de maior criatividade. Pense em qual é o seu e como pode otimizar sua rotina para separar esse horário apenas para produção de conteúdo.

5. Deixe a edição para depois

De forma muito resumida, que os neurocientistas nos perdoem, o cérebro possui dois lados: um lógico e um criativo. Esses dois lados conseguem desempenhar um papel melhor quando um não atrapalha o outro.

Logo, quando estiver escrevendo na etapa criativa, desabilite o corretor do navegador, já que ficar voltando para corrigir os textos atrapalhará o processo criativo do cérebro.

Da mesma forma, quando for corrigir o texto, normalmente no final da tarefa de criar conteúdo, esqueça a adição de novos parágrafos e foque exclusivamente na lógica de corrigir sentenças erradas ou redundantes.

Para isso, o processo normalmente recomendado é:

  • Escreva todos os subtítulos.
  • Escreva o texto dentro de cada subtítulo com o corretor desabilitado.
  • Ao concluir o texto, parta para a correção:
    • Ativar o corretor e resolver erros de digitação.
    • Ler o artigo em voz alta para encontrar redundâncias ou cacofonia.
    • Pedir ajuda para outra pessoa revisar o texto, se possível.

6. Faça pomodoros

Pomodoro é uma técnica de produtividade criada por Francesco Cirillo. Ela consiste em dividir suas tarefas em pequenos momentos de hiperfoco (chamados de pomodoros), seguidos de tempos de descanso.

Na prática, a técnica funciona da seguinte maneira:

  • Faz um pomodoro;
  • Tem um tempo de descanso;
  • Faz um pomodoro;
  • Tem um tempo de descanso

Sendo que, no quarto descanso, ele tende a ser maior do que os outros.

A maioria dos usuários dessa técnica utilizam 25 minutos de pomodoro e 5 minutos de descanso (ou 20 minutos, se for o quarto descanso seguido).

Isso ajuda a sua mente a não sobrecarregar com o trabalho contínuo, sendo que esses períodos de descanso “desafogam” a mente do estresse gerado por tarefas muito longas.

Há quem prefira definir pomodoros baseado na quantidade de palavras escritas. Por exemplo, a cada 300 palavras se dar um descanso de 5 minutos.

Nesse tempo de descanso da técnica pomodoro é essencial que saia de frente do PC e celular, uma vez que sua mente deve se privar de receber novos estímulos desse nível por um tempo, para que consiga, de fato, evitar o bloqueio criativo.

7. Realize tarefas que desligam seu cérebro

Sabe aquele momento em que está tomando banho e do nada vem uma ideia interessante? Esse mesmo efeito pode acontecer quando se está arrumando a casa ou lavando a louça.

Nessas situações em que nosso cérebro não está extremamente focado em algo, ele consegue relaxar de forma a quebrar as barreiras do bloqueio criativo.

Então está sem ideias do que escrever? Arrume sua gaveta do guarda-roupa, limpe o jardim da sua casa ou espane os móveis. Pode parecer até mesmo engraçado, mas essa estratégia realmente te ajuda a “massagear” o seu cérebro, fazendo ele se livrar da tensão momentânea.

Outra forma de realizar essa sensação no cérebro é escutar músicas relaxantes como lo-fi ou músicas ambientes (aconselhamos a sonografia do filme Interestelar). Desde que não sejam muito complexas, músicas conseguem provocar um estado de bem-estar interessante, capaz de diminuir o seu bloqueio de criação.

8. Jogue videogame (mas cuidado…)

Jogar videogame pode te fazer esquecer por completo da tarefa que deve ser feita. Isso é muito bom e, ao mesmo tempo, muito ruim.

Jogar por meia hora pode realmente ser útil, afinal de contas, com essa prática, se esquece os problemas do momento e foca nos problemas do jogo, resolvendo os desafios que ele propõe. Isso facilita o momento “eureka” explicado no tópico anterior.

Por outro lado, se não consegue jogar de forma controlada, partir para o seu Playstation ou Xbox pode ser surtir o efeito contrário, te tornando improdutivo.

9. Tire uma soneca

Se a causa do seu bloqueio criativo for cansaço físico ou mental, tirar uma soneca é a única solução viável. Apenas ela é capaz de “resetar” o seu cérebro para um estado funcional e criativo novamente.

Essa soneca não precisa ser longa. Apenas 30 minutos são capazes de te fazer bem o suficiente para voltar à produção textual.

10. Entenda o que te gera bloqueio criativo

A última estratégia para vencer o bloqueio criativo é perceber quais os gatilhos que acionam esse bloqueio. Em pessoas ansiosas, por exemplo, o gatilho pode ser a simples data de finalização do artigo. Para outras, é a necessidade auto imposta de escrever textos em um nível além do que se consegue.

Independente do que te faça se sentir assim, encontre aquela simples atitude, situação ou interação que acionou o bloqueio e a elimine por completo da sua rotina.

Um exemplo prático disso, por exemplo, aconteceu com um membro da nossa equipe de produção de conteúdo. Ele percebeu que todas as vezes que estava em um ambiente barulhento o bloqueio criativo tomava conta e a produção de texto perdia produtividade.

A solução encontrada foi procurar protetores auriculares, de forma que a maior parte do som ficava isolado e ele conseguia se concentrar novamente.

5 ferramentas para te ajudar a sair do bloqueio criativo

Pomodoro Tracker

pomodoro tracker para evitar o bloqueio criativo

Site que te possibilita configurar e colocar os pomodoros em prática, te mostrando via alarme e notificação, quando parar para descansar e quando voltar a escrever.

Ubersuggest

ubersuggest

Ferramenta de análise de palavras-chave. Útil para encontrar palavras-chave relevantes e relacionadas, te dando uma maior ideia do que escrever.

Pesquisa do Google

pesquisas do google para evitar bloqueio criativo

A própria pesquisa do Google te oferece pesquisas relacionadas, podendo te mostrar tópicos interessantes para a produção de novos conteúdos.

Acima, é possível ver, por exemplo, as pesquisas relacionadas para o termo “como ser um blogueiro”.

Noisli

noisli

O Noisli é um ambiente digital de foco em que se consegue misturar vários sons diferentes criando um ambiente de relaxamento e foco. Ele possui muitas funções gratuitas, ideal para quem gosta de simular locais com sons de chuva, vento, dentre outras opções.

Distraction Free Mode para Google Docs

distraction free mode for google docs

Essa extensão para Google Chrome elimina toda a informação desnecessária da interface do Google Docs e te deixa apenas com o espaço para digitar texto. Essa nova visualização minimalista te ajuda diretamente a focar no conteúdo a ser escrito, evitando assim o sentimento de “ambiente bagunçado”.

Conclusão: como sair do bloqueio criativo?

No artigo de hoje falamos sobre o que é o bloqueio criativo, o que causa esse tipo de bloqueio, quais estratégias para evitá-lo e também ferramentas que te ajudam a fugir dessa incapacidade de produção de conteúdo.

Apesar de tudo isso, acredite, ter um bloqueio criativo vez ou outra é normal. Muitas vezes pegamos pesado e exigimos de nós mesmos uma produtividade nada natural.

Logo, não se sinta mal caso um dia ou outro esteja improdutivo. Apenas se preocupe se isso se tornar constante ao ponto de te impedir de alimentar o seu blog e atingir seus objetivos.

Caso tenha restado alguma dúvida, fale com a gente nos comentários. Agradecemos também por ter lido até aqui. Um forte abraço!

Deixe um comentário

-

-

-

-

*Consulte condições no site

Ótima hospedagem por EXCELENTE preço.

-80