Como criar um calendário editorial para blog (e organizar sua produção de conteúdo)

Ter um calendário editorial para blog é uma ótima maneira de organizar a produção de conteúdo e, com isso, conquistar novos leitores.

Logo, para te ajudar nessa missão, escrevemos esse material completo sobre como construir um calendário editorial passo a passo.

Acredite, embora essa etapa de planejamento da produção de artigos seja ignorada pela maioria dos blogueiros, é através dela que se ganha mais produtividade, clareza e até mesmo previsibilidade.

Entraremos em detalhes sobre todos os pontos positivos dessa prática, você só precisa continuar a leitura e aplicar todos as dicas.

O que é um calendário editorial para blog?

Um calendário editorial é uma estrutura de organização em que se lista os próximos artigos a serem produzidos, bem como qual a ordem de escrita deles.

Esse calendário pode ser feito usando aplicativos comuns de bloco de notas, planilhas ou outros sites, como o Notion.

Normalmente, calendários editoriais para blogs são feitos no início do mês ou à medida que novas ideias forem surgindo.

Isso ajuda a dar mais clareza em relação a priorização de conteúdo ao estruturar o material que será recebido pelos leitores.

Muitos, inclusive, chamam o calendário editorial de “estoque de posts”, "pauta de conteúdo" ou “lista de ideias para posts”.

Qual as vantagens de se ter um calendário editorial para blog?

Existem inúmeros benefícios de construir e manter um calendário editorial, falaremos sobre os principais logo abaixo.

Produtividade

Quem produz uma quantidade considerável de artigos, sabe que manter a frequência é uma prática desafiadora.

Afinal de contas, exigimos muito que nossa mente se mantenha no modo criativo. Isso gera muita procrastinação e até mesmo cansaço.

Ter um calendário editorial para blog, uma vez criado, te permite focar apenas no processo da escrita, ao invés de pensar todos os dias em uma pauta nova.

Em apenas um dia do mês, se consegue eliminar uma atividade rotineira e cansativa de procurar novos temas de conteúdo para escrever.

Clareza

Não saber sobre o quê escrever para sua audiência é uma prática que favorece, de forma direta, a falta de clareza na hora de produzir conteúdos específicos para seu blog.

Muitos até tentam “espremer” algo de relevante do texto que está sendo escrito, mas parece que nada agrada, uma sensação comum em blogueiros com pouca organização.

Com a clareza possibilitada pelo calendário editorial, isso deixa de ser um problema. Porque há uma exatidão não apenas de que conteúdos publicar, mas qual a estrutura de cada um deles.

Delegação

Caso queira delegar a escrita dos seus artigos para outra pessoa, construir o próprio calendário de postagens te gera controle sobre o processo.

Claro, não que esse controle seja de fato necessário, uma vez que se queira pensar menos em uma tarefa para se dedicar às outras.

Mas, principalmente na etapa de contratação de freelancers ou de colaboradores fixos, ter uma lista de conteúdos disponíveis a serem escritos é uma mão na roda.

Organização das categorias

Se o seu blog possui 4 categorias, por exemplo. É essencial que produza conteúdo de forma relevante para essas 4 categorias.

Muitos blogueiros polarizam a produção de conteúdos para apenas um assunto e ignoram os restantes. Isso, a longo prazo, pode tornar seu material repetitivo ou até mesmo redundante.

Saber como organizar essa demanda, possibilita variar os conteúdos, de forma a tornar sua pauta dinâmica, simples e efetiva.

Elaboração de estratégias

Saber qual será o tema dos seus próximos artigos ajuda muito a elaborar estratégias próprias para realizar mais vendas, aumentar visitantes e destacar seu blog como uma autoridade no nicho em que pertence.

Por exemplo, se você é afiliado de um produto de gestão de equipes de trabalho, consegue definir seu calendário editorial focado nesse tema, como, por exemplo:

  • Qual o melhor sistema de gerenciamento de equipes de trabalho.
  • Dicas para gerenciar sua equipe de trabalho.
  • Análise completa do [ nome do site ], uma plataforma impressionante para gestão de equipes de trabalho.
  • Sua equipe de trabalho está improdutiva? Saiba como resolver esse problema

Diversificação do formato de conteúdo

Embora não seja o foco desse artigo, um bom calendário editorial pode conter pautas para redes sociais e outros formatos, como vídeo ou podcast.

Essa diversificação é utilizada por equipes, muitas vezes remotas, para cada setor saber com exatidão o que deve ser publicado.

Imagine portais maiores, como o G1 ou até empresas de mídia como o TecMundo, que possui sites como: Mega Curioso, Click Jogos, Baixaki, dentre outros. Elas precisam de um calendário editorial bem desenvolvido.

Felizmente, se tratando de apenas blog, não há a necessidade de tornar as coisas mais complexas. Quanto mais simples, mais efetivo o seu sistema de produção será.

O passo a passo para criar o seu calendário editorial

1. Escolha a plataforma

É possível criar o seu calendário editorial em qualquer ferramenta, inclusive papel e caneta. Entretanto, aconselhamos a usar plataformas em nuvem, por elas permitirem acesso de diversos aparelhos, algo importante já que calendários desse tipo são usados em equipe. Abaixo estão as plataformas recomendadas:

  • Google Planilhas: ferramenta completa, permite trabalho em grupo e organização de datas. Normalmente é a mais utilizada para esse propósito.
  • Notion: plataforma em nuvem para ser um centro de produtividade, possui função de banco de dados e também trabalha bem com datas.
  • Google Calendar: permite vinculação a outras pessoas, bem como definição por categorias e dias de publicação.
  • Trello: ferramenta com visualização Kanban, possibilita controle de datas, status e alterações mais visuais para equipes.

Qualquer uma das quatro opções acima serão o suficiente para criar o seu calendário editorial para blog. Escolha a que considerar mais fácil de gerir.

Embora nossa equipe use o Notion para essa função, ensinaremos a fazer toda a pauta dos artigos no Google Planilhas.

Consideramos essa a ferramenta mais comum a todos. Entretanto, se pode facilmente, pegar todo o conteúdo ensinado para o Google Planilhas e aplicar em outras soluções do mercado.

2. Configure os campos necessários para a primeira página do calendário editorial

Para a criação da primeira página do calendário editorial para blog, precisamos dos seguintes campos (sendo opcionais e personalizáveis, caso queira):

  • Título
  • Categoria.
  • Data de publicação.
  • Status.

É nessa página que se acrescentará novas ideias de conteúdo e definirá as datas de publicação. No entanto, tenha em mente que essas datas não são obrigações, mas recomendações, uma vez que determinado artigo pode demorar mais do que o normal para ser escrito.

calendário editorial para blog

Além do mais, é na definição das datas que se tem ideia da regularidade de publicação de artigos. O recomendável é postar no mínimo um conteúdo por semana e no máximo 3.

Mais do que isso, a qualidade tende a cair, a não ser que a escrita de conteúdos seja algo prático em nível profissional na sua rotina.

No nosso calendário de exemplo, usaremos os dias de publicação como toda segunda e toda quinta. Defina os dias de acordo com sua estratégia.

Note que o design está sendo feito da forma mais clean possível. Embora nossa equipe goste de fazer tudo “bonitinho”, o conteúdo é muito mais importante. Logo, não se incomode tanto com a parte visual e foque no conteúdo.

3. Defina os campos da segunda página do calendário editorial

Crie uma segunda página da planilha clicando no ícone de + no rodapé da página.

página 1 da planilha

Essa segunda página será a nossa central de captura de conteúdo.

página 2 da planilha

Nela, estarão os blogs concorrentes que poderá se inspirar para encontrar temas de conteúdo para seu próprio blog.

Os campos a serem definidos são:

  • Nome do site.
  • Artigos para inspiração.
  • Link.
central de captura de conteúdo

O ideal é ter pelo menos 5 concorrentes listados de forma a ter 5 artigos de cada, somando 25 conteúdos novos definidos.

Como nosso plano é publicar dois conteúdos por semana, 25 artigos já organizam 12 semanas e meia de conteúdo.

Claro, não é necessário separar temas de artigos com tanta antecedência assim. É possível fazer esse planejamento mensal e se guiar de acordo com a quantidade necessária para seu blog.

4. Escreva os novos conteúdos de forma a ser melhor que seus concorrentes

Uma vez que já tenha todos os conteúdos selecionados e programados, ao escrevê-los, tenha a missão de criar posts muito melhores que os de seus concorrentes. Como?

  • Adicionando mais tópicos.
  • Tirando mais dúvidas.
  • Trabalhando melhor a parte de SEO.

Uma boa forma de adicionar mais tópicos é procurar artigos internacionais sobre o mesmo tema. Boa parte do material em inglês tende a ser mais completo.

E a melhor maneira de trabalhar a parte de SEO, além de seguir as recomendações de plugins como o Yoast SEO ou AIO SEO Pack, é utilizar sinônimos de forma estruturada. Por exemplo, esse post tem “calendário editorial para blog” como palavra-chave.

Mas eu também já digitei algumas vezes termos como “calendário de artigos”, “calendário editorial para blogs” (no plural) ou “pauta de conteúdo".

5. Gerencie os posts publicados e em fila de produção através dos status

O campo status define como o post se encontra no calendário editorial para blog. O gerente da sua equipe ou seus colaboradores podem alterar o status toda vez que um post for publicado.

Ou até mesmo, podem criar novos status como: “Esperando aprovação”, “Em etapa de edição” ou “Publicação adiada”.

Dessa maneira, se tem um controle total de como o seu calendário está sendo utilizado, bem como o fluxo de postagens que estão sendo feitas.

calendário editorial para blog status de publicação

Dúvidas que pode ter sobre como criar um calendário editorial para blog

É realmente necessário criar um?

Não é obrigatório. Mas te orientamos a ter, principalmente pelo ganho de produtividade. Se seguiu à risca o exemplo que demos, 25 novos posts previamente pensados e com data de publicação já te dão muito mais controle sobre a produção de conteúdo.

Quem alimenta um blog sozinho e escreve poucos artigos na semana, talvez não ache um calendário editorial tão útil assim, mas quem produz muitos posts ou possui colaboradores, percebe o quanto esse controle de conteúdo é necessário.

Onde realmente está o ganho de produtividade?

Ao produzir posts e criar todo o conteúdo para seu blog, existem dois processos mentais envolvidos:

  • O processo criativo: em que se escreve cada linha de texto e produz ou escolhe as imagens corretas para o artigo.
  • O processo lógico: em que se edita o texto escrito e escolhe pautas, referências, datas, dentre outras definições.

Nenhum desses processos opera sozinho. Mesmo usando o criativo, o lógico também participa minimamente. Do mesmo modo, mesmo usando o lógico, o criativo também está envolvido de forma bem menor.

Entretanto, quando nossa mente precisa ficar mudando os estados constantemente, isso gera cansaço e perda de produtividade.

Dessa forma, usando o seu processo lógico para definir toda a pauta do mês, antes de começar a escrever, gera um ganho massivo de produtividade por não te permitir cansar com facilidade.

Não seria melhor procurar um tema e produzir o conteúdo logo, sem precisar criar a pauta?

Depende do seu nível em produção de conteúdo e necessidade de organização. Se já conhece bem o seu nicho e os assuntos comuns a ele, apenas procurar um tema e produzir conteúdo pode ser produtivo o suficiente.

Sinceramente, se o seu modo de produção já for efetivo, o mantenha. Em linhas gerais, o conselho “não se mexe em time que está ganhando” resume bem a ideia.

Entretanto, para quem produz conteúdo em alta demanda, ter um calendário editorial é mais do que necessário, uma vez que é possível “travar” e passar dias com bloqueio criativo, por não desenvolver da forma correta um fluxo de criação.

Onde queremos chegar? Se está confortável sem um calendário editorial, mantenha sua rotina sem ele. Mas se está começando a sentir desorganização ou perda de produtividade na criação de conteúdo, invista em um calendário editorial.

Existe uma maneira de criar um calendário editorial mais simples?

Existe sim. É possível usar um aplicativo como o Pocket para salvar os links interessantes dos concorrentes. Dessa forma, todas as vezes que for produzir um novo conteúdo, basta verificar a sua lista de links e escolher um tema para escrever.

Para fazer isso, será necessário criar uma conta no Pocket ou simplesmente acessar com sua conta Firefox, Apple ou Google. Após isso, instale no seu navegador a extensão Save to Pocket.

extensão save to pocket

Assim, ela ficará na parte de cima da sua barra de navegação, e todas as vezes que encontrar um conteúdo de tema similar ao do seu blog, clique no ícone do Pocket e o link será salvo para visualizações posteriores.

calendário editorial para blog no pocket

Para encontrar os links já salvos, entre no Pocket e verá todos eles. Como usamos um artigo do Criando Blogs para exemplo, nossa lista ficou assim:

lista no pocket

Há também a opção de apenas favoritar as páginas que deseja ler futuramente e acessá-las na barra do seu navegador. Como o Google Chrome, Firefox e demais ferramentas de navegação já são sincronizadas, se conseguirá acessar as páginas tanto pelo computador, quanto pelo smartphone.

Que outros campos posso utilizar no meu calendário?

Daremos algumas sugestões de campos extras. No entanto, fica o aviso de tomar cuidado para não complicar um sistema feito para ser simples.

Muitas vezes, inserir campos demais, contribui diretamente para a perda de produtividade efetiva no fluxo de criação de conteúdo.

Dito isso, vamos aos outros campos sugeridos:

  • Autor: útil para quando o seu blog possuir diversos autores. Assim, se consegue controlar quem vai publicar o quê em determinado dia.
  • Tópicos: mostrando quais tópicos devem ser abordados no conteúdo. É uma forma de adiantar a produção. Esse tipo de campo é interessante também para quem prefere “copiar” os tópicos dos primeiros resultados do Google para usar nos próprios artigos.
  • Prioridade: se trabalha com colaboradores, ter um campo de prioridade pode indicar a eles que artigos devem escrever logo, uma estratégia essencial para aqueles que não definem data de publicação, mas possuem uma lista estruturada de ideias para posts futuros.
  • Avaliação: em que se define status como: “está ótimo”, “precisa das seguintes alterações” ou até mesmo “necessita de reescrita”. Esse tipo de campo é bem mais incomum e funciona apenas se a comunicação com a equipa não for muito direta em outros meios.
  • Palavras-chave a serem otimizadas: em um post, é comum ele possuir mais de uma palavra chave em destaque, elas podem ser listadas nesse campo. Normalmente, o uso de mais de uma keyword se trata de estratégias avançadas de SEO.

Conclusão: como criar um calendário editorial para blog

Nesse artigo, mostramos de forma simples e efetiva como criar um calendário editorial para blog. Nele, foi visto estratégias para criar uma pauta eficiente, bem como soluções paralelas, como a utilização do Pocket para desenvolvimento de um calendário mais simples.

Esperamos, de verdade, que todo o conteúdo desse artigo tenha sido útil. Se restaram dúvidas, o campo de comentários está liberado. Assim que fizer sua pergunta, o quanto antes, na medida do possível, responderemos.

Deixe um comentário

-

-

-

-

*Consulte condições no site

Ótima hospedagem por EXCELENTE preço.

-80